20 maio 2009

Supernatural s4e22 "Lucifer Rising" comentário

A 4º temporada de Supernatural foi fechada com chave de ouro, com um episódio que amarrou várias histórias esclarecendo mistérios e trouxe novas perguntas, ao mesmo tempo reforçou os seus temas principais: Família, escolhas, responsabilidade sobre os seus atos, destino e livre arbítrio.

Logo no começo vemos Bobby dizendo para Dean que família não foi feita para te fazer feliz e sim miserável, que ele não pode desistir do Sam. Ele vai além, diz que Dean é um homem melhor que John, seu pai.
Família geralmente é uma coisa que não temos opção, ela vem e traz muitas obrigações e brigas, mas é ela que nos dá forças, apoio e felicidade, ela reflete como vamos nos relacionar com outros.
E família não feita só com membros do mesmo sangue, ao longo da vida nós acabamos adicionando membros que são uma extensão da nossa família ,como Bobby é para os irmão Whinchesters.

Enquanto isso, Sam reflete que ele não terá mais para onde retornar após acabar com Lilith, e prossegue o caminho ao lado da Ruby.
Podemos perceber que Ruby não toma as iniciativas, ela fica como uma sombra ao lado do Sam, dando pequenos empurrões para que ele faça as escolhas que ela quer. Assim então Sam sequestra uma enfermeira que está possuida pelo "chef" de Lilith e a tortura até que ela diga qual a agenda de Lilith.

Do outro lado Dean é abduzido para uma sala especial dos anjos, onde Zachariah e Castiel lhe oferecem vários prazeres em troca de que ele espere... mas o que?
Que Lúcifer seja libertado.
Depois de muitas perguntas, Zachariah finalmente revela que os anjos querem que Lucifer saia de sua prisão para que então haja uma luta final e a paz reine na terra, mas ele não se importa com a pessoas que vão morrer no processo.
Dean fica desesperado, sem poder sair da sala, ele chama Castiel e lhe diz não quer paz, ou felicidade que eles estão lhe oferecendo, ele quer fazer o que é certo e pede que Cas lhe ajude.
E é neste momento que temos certeza que Dean abandonou a postura de "coitado de mim", seguiu em frente e decidiu lidar com a situação que está na sua frente, de verdade.

Castiel então decide enfrentar os céus, conta para Dean que Lilith é o ultimo selo(eu sabia!), que se Sam matá-la Lucifer subirá e leva Dean ao encontro de Chuck que sabe onde Sam estará.
Temos então que o livre arbítrio supera o destino: Chuck diz que Cas e Dean não deveriam estar ali e o Arcanjo vem para impedí-los e Cas decide enfrentá-lo e manda Dean ao encontro de Sam.

Sam e Ruby estão no seu caminho, mas ele tem de beber o sangue a enfermeira e após ouvir uma mensagem falsa do Dean deixada em seu celular ele finalmente cede. Em seguida segue para o convento onde Lilith está.

Em alguns flash backs descobrimos que Azazael, demônio do olho amarelo, é filho de Lúcifer e que depois de um sacrifício ele lhe conta que para libertá-lo será ncessário uma criança especial, e que ele deverá procurar Lilith que quebrará os selos.
Eu sempre me fascino como Supernatural consegue unir tão perfeitamente as histórias, não há tramas perdidas.

Agora eu quero apontar a diferença entre "o livro de Revelações" que nós conhecemos da Bíblia e as histórias contadas em Supernatural. O Apocalipse segundo a Bíblia seria iniciado pela ordem de Deus, que enviaria Seus anjos para quebrarem os selos que seguravam a criação e liberar o final dos dias. Em Supernatural há um apocalipse prematuro sendo iniciado por demônios que descobriram como quebrar os selos e os anjos desgostosos os deixaram quebrar.

Sam encontra Lilith e ela o desafia a terminar tudo. Ruby mantém Dean do lado de fora, mas Sam hesita quando escuta seu irmão chamar, infelizmente Lilith é morta por Sam e Ruby revela que ela conseguiu, enganou Sam este tempo todo e agora Lúcifer está livre.
Para surpresa e desespero de Sam, Ruby revela que foram as suas escolhas que fizeram ele se libertar e não o sangue que Sam estava bebendo.
Dean então consegue entrar os irmãos se unem ao matar Ruby.
Sam pede desculpas à Dean e o clarão que trará Lúcifer nos cega.

Mal posso esperar até Setembro!


Perguntas que não querem calar:
- Onde está Deus em tudo isso? Eu não acredito que Zachariah esteja certo ao dizer que Deus "abandonou o prédio".
- Teriam os anjos livre arbítrio como os humanos?
- Qual será a formda de Lúcifer? Seria ele uma fumaça como os outros demônios? Precisaria ele de um corpo humano para habitar?

O que não tem preço :
- Chuck contratando prostitutas pois quer viver o máximo que puder...
- Castiel se aliando à Dean para enfrentar Céu e Inferno.

Melhores falas:
Bobby: You stupid, stupid son of a bitch! Well boo-hoo, I'm so sorry your feelings are hurt, PRINCESS. Are you under the impression that family is supposed to make you feel GOOD? Bake you an apple pie, maybe? They're SUPPOSED to make you miserable, that's why they're family!....You sound like a whiny brat. No, you sound like your dad. Well let me tell you something. You dad was a coward. ... He'd rather push Sam away than reach out to him. Well that don't strike me as brave. You are a better man than your daddy ever was. So you do us both a favor: Don't be him.

Chuck: I'll take 20 girls for the whole night....Lady, sometimes you gotta live like there's no tomorrow...

Ruby: I can't believe it. You did it. Sam: What? What did I do? Ruby:You opened the door, and how he's free at last! SamI killed her! Ruby:And it is written, that the first demon will be the last seal. And you busted her open, now guess who's coming to dinner. Samoh my god. Ruby:Guess again!

4 comentários:

Azulongmon disse...

O episódio foi realmente fantástico!Anne Summers, eu espero
realmente que o Sam coma o pão que
o diabo amarsou.Ele foi um perfeito
idiota!Tomara que ele morra de vez
e o Dean fique logo com o anjo Anna!

Azulongmon disse...

E a proposito.Bem que você poderia ter traduzido as falas que você escreveu, né, Anne?

Anne Summers disse...

E eu espero que Sam encontre o caminho de volta para a sua família, que é o Dean. Dean sem o Sam não tem graça...
Quanto a traduzir as falas, eu sempre acho que elas não tem o mesmo impacto depois de traduzidas.

Azulongmon disse...

Entendo o seu ponto de vista, Anne.E sinceramente falando, se o Dean tivesse simplesmente aceitado
a situação que os anjos estavam lhe imponduo, é bem próvavel que ele e o Sam pudessem está lutando em lados opostos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...