28 março 2009

Supernatural s4e17 comentário

Supernatural s4e17 "It's a terrible life": o destino bate à porta.

O monstro desta semana é um Fantasma, o que não é nenhuma novidade para nós, mas em compensação é uma Super-Novidade para Dean Smith e Sam Wesson, sim como a arma Smith & Wesson.
Dean é diretor de vendas e Sam um técnico de suporte da mesma compania, mas não se conhecem, durante um encontro no elevador Sam o reconhece de seus estranhos sonhos e decide perguntar se Dean acredita em Fantasmas, Vampiros, a resposta de Dean? "Cara vou lhe fazer um favor e dizer que você divide informações desnecessárias".
As coisas começam a ficar estranhas quando um empregado se suicida faltando 2 semanas para se aponsetar, só porque não fez back up e perdeu 1 dia de trabalho.
E tudo fica pior quando Dean chama Ian, um colega de Sam que de um dia para outro deixou de ser desleixado e preguiçoso, para preencher de novo um formulário e o rapaz pira por ter feito algo errado para a compania e enfia no própio pescoço um lápis causando sua morte, e Dean vê com seus própios olhos um fantasma.

Dean então decide chamar Sam e eles decidem investigar e pesquisar sobre o assunto.
É hilário ver os papeis dos irmãos invertidos, Sam é o crédulo e mal pode esperar para investigar, enquanto Dean é relutante e só quer ter uma vida normal, mas o que faz melhor é pesquisa.
O resultado das pesquisas então é de matar de rir, principalmente aos fãs dos "Ghostfacers", que são a fonte do conhecimento para Sam e Dean na empreitada de enfrentar o Fantasma.
Segundo o video do site deles um caçador tem de seguir os seguintes passos para ter sucesso em exterminar o fantasma:
1- Descobrir o que você está enfrentando.
2- Matá-lo com armas especiais, que os bobocas do Whinchesters ensinaram, Sal grosso, e ferro.
3- Queimar os restos.

Os rapazes fazem a pesquisa, e se munem para enfrentar o fantasma do fundador da empresa que anda amaldiçoando o prédio e seus funcionários.
Após o extermínio, que eles sentiram que pareceu tão natural que Sam diz que "parece que eles sempre fizeram aquilo" e Dean descreve como "a maior diversão que já teve na vida", Sam diz que eles deveriam continuar a fazer isso, este é o chamado deles, que ele acredita que eles talvez estejam sendo enganados pelo fantasma, esta vida de funcinários não é a deles.
Dean reluta e diz ter família, o pai Bob, a mãe Ellen e a irmã Jo, (mal sabe ele que esta é sua família, mas não de sangue) e que a vida de caçador sem um seguro de vida não seria possível.

No dia seguinte Sam destroi o telefone da empresa, algo que muitos de nós adorariam fazer, e pede demissão.

Já Dean recebe a visita de seu superior que pecebe que ele está cansado e lhe oferece um bonus e até um plano de carreira futuro, muito bom, para que ele fique. E então vem a revelação, Dean decide largar o emprego pois ele tem um outro trabalho mais importante para fazer.
E o chefe então toca na sua cabeça, ainda bem que não foi outro beijo, e Dean recupera as suas memórias.
Dean questiona o cara, que lhe informa ser Zachariah, o anjo chefe de Castiel que veio colocar as coisas em ordem após o que aconteceu com Uriel.
A fúria de Dean, por ter sido, mais uma vez, enrolado na trama dos anjos faz com que Zachariah lhe diga que ele precisa melhorar a sua atitude e perceber que não importa o caminho que ele seguisse na vida, ser caçador é o seu destino, e é o que ele faz melhor, é o que lhe faz feliz . E então nos dá uma lição que deveria ser aprendida por todos nós:
Tudo o que fazemos nos deixa melhor, dependendo da maneira como a encaramos.
A maioria das pessoas não muda nada a vida inteira, e Dean pode mudar as coisas, salvar pessoas, talvez até o mundo, e equanto o faz dirige um carro clássico e fica com mulheres. Veja que há destinos piores ao seu redor.
Então eu vou repetir o que ele disse em alto e bom som para o Dean ouvir:
Para de resmungar e seja o que você realmente é! Está na hora dele voltar a ser o nosso caçador.

O que não tem preço:
- Sam pedindo para o Dean que não chame de Sammy.
- Dean todo arrumadinho preferindo ouvir notícias à rock clássico.

Melhores falas:
Sam: "Did you just call me Sammy?" "Did I?" "I think you did... Yeah.... Don't."
Dean: "I don't believe in Destiny, I do believe in dealing with right in front of us, so..."

Um comentário:

Anne Summers disse...

Muito bom este episódio!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...